RICARDO TEIXEIRA

RICARDO TEIXEIRA

A Estratégia Implacável para Atrair e Converter Clientes em 2024

Como atrair mais clientes e convencê-los a comprar, é uma das preocupações que mais tira o sono a qualquer empreendedor. Já não basta ter um bom produto, é preciso colocá-lo na frente de quem o poderá comprar.

A facilidade com que cada um cria uma página ou um anúncio tornou a internet numa autêntica selva em que cada um procura o seu lugar de destaque.

Bastará ter um site? Redes sociais? Uma lista de emails? A resposta é: não!

Todos estes elementos são importantes, mas existe ao alcance de qualquer um uma máquina capaz de interligar todos estes elementos e impulsionar diretamente os resultados: os anúncios online!

Esta poderá ser a diferença entre impactares apenas os teus vizinhos ou milhares de pessoas em qualquer ponto do mundo.

E como fazemos isso?

A resposta é simples: estratégia!

Neste artigo, vais descobrir a estrutura de anúncios multiplataforma que se tornou, para milhares de pessoas nos últimos anos, uma máquina de fazer dinheiro!

Conteúdo do artigo

1- Impulsionar o conteúdo

Entende-se por conteúdo a mensagem presente em tudo aquilo que publicas (imagens, vídeos, artigos de blog, etc).

É o conteúdo e a sua apresentação que vão despertar ou não o interesse do público. É por isso que o pontapé de saída na nossa estratégia deve sempre partir daqui: do que as pessoas estão interessadas em ler, ver ou ouvir.

Imaginemos uma publicação com uma oferta verdadeiramente incrível e uma receção fantástica por parte dos seguidores. Por força dos algoritmos, apenas algumas pessoas serão impactadas. E se fosse possível aumentar exponencialmente o número de pessoas a que este post chega?

Esse é precisamente o efeito dos Anúncios.

Quais os melhores conteúdos para impulsionar?

Há várias formas de perceber que conteúdos estão a ter mais impacto. As redes sociais, por exemplo, são uma ferramenta fantástica para isso.

Todas as plataformas dispõem de estatísticas e até de alguns insights valiosos sobre os conteúdos com melhor taxa de sucesso. Também através das reações diretas dos usuários (likes, comentários, partilhas e salvamentos) é possível obter noções claras sobre o que faz efetivamente parar o scroll e provocar uma reação.

Adicionalmente, é possível encontrar inspiração em referências do setor em locais
como:

Uma vez ampliado o teu público, passamos à fase de convite.

2- Convidar e Nutrir a Audiência

Muito se fala que ter muitos seguidores não significa ter muitas vendas. E é bem verdade! Depois de dares a conhecer o produto há que convidar o público a viajar desde um ponto inicial em que ainda não te conhece até ao destino de uma viagem em que compra contigo. Ou seja, há aqui um grande desafio: agarrar esta audiência!

Esta viagem é feita entre 5 níveis de consciência:

O objetivo da comunicação é conduzir as pessoas a percorrer estes níveis de consciência, avançando assim rumo ao objetivo final: a venda.

Como Conduzo as Minhas Leads a Subir na Pirâmide?

Criando anúncios para cada um dos níveis de consciência!

A forma como comunicas para quem ainda não entendeu que tem um problema é totalmente diferente do que poderás apresentar a quem já está num estado de “publico quente” (pronto para comprar).

O conteúdo produzido nas redes sociais de que falamos no tópico anterior é uma boa alavanca para as primeiras fases da pirâmide: é uma forma de dar a conhecer um problema, identificar quem o poderá ter e levar essas pessoas a perceber que existe uma solução para ele.

Aqui tens um exemplo prático aplicado ao produto KDF (mentoria online):

Algumas formas muito eficazes de conduzir as pessoas a passar de um estado de consciência para outro poderão ser convites para:

  • Visitar uma página de vendas;
  • Assistir a um webinar;
  • Ver conteúdo útil já publicado;
  • Participar num evento;
  • Beneficiar de uma sessão 1:1.

Seja como for, o importante, é que, em cada etapa da tua comunicação haja uma grande clareza sobre o que está a ser comunicado e para quem se está comunicar.

3- Remarketing

A última etapa desta estratégia consiste em reimpactar os clientes com maior potencial de compra.

A isso que chamamos Remarketing. Basicamente, é uma técnica que consiste em abordar clientes que já demonstraram interesse pelo produto, mas não concluíram uma ação específica, como uma compra.

Os clientes retargeted são 70% mais propensos à conversão, ao mesmo tempo que, a taxa de cliques (CTR) em campanhas de remarketing é, em média, 180% maior do que em anúncios padrão!

Trata-se, portanto, de impactar clientes com um grande potencial de conversão.

Paralelamente aos emails, os anúncios são uma ferramenta de remarketing por excelência. Todas as plataformas de ads possuem já ferramentas de seleção de públicos que nos permitem implementar esta estratégia de forma bastante eficaz!

Daí que, neste 3º passo vamos direcionar anúncios para:

  • Pessoas que já visualizaram outros anúncios;
  • Visitantes do site ou de páginas de vendas;
  • Visitantes de uma Landing Page;
  • Visitantes que acederam à página de obrigado (após inscrição num evento).

Esta segmentação permite que o remarketing seja utilizado em vários níveis de consciência do cliente, desde a conscientização inicial até o estágio de decisão de compra.

Podemos ainda considerar vários acontecimentos como eventos de conversão:

  • A inscrição num webinar;
  • A participação efetiva num evento (show rate);
  • A conversão de compra (venda efetiva de algum produto ou serviço).

Estes objetivos são alcançados através da personalização das mensagens e da oferta, adequando-as ao nível de consciência em que a pessoa se encontra.

Esta estratégia é transversal a qualquer plataforma.

Mas há sempre “upgrades” que podem ser implementados de forma a reforçar a estrutura de comunicação. Os anúncios na rede de pesquisa são um ótimo exemplo disso.

Anúncios no Search: Um Apoio Poderoso

Depois de serem impactados por um anúncio teu, é provável que alguns potenciais clientes vão procurar informação sobre ti ou sobre o teu produto. Daí fazer todo o sentido ter um anúncio na pesquisa do Google preparado para os receber.

Não te esqueças de otimizar o anúncio com palavras-chave especificas e outras técnicas de SEO.

Conclusão 

Entendemos que o bom conteúdo é rei e que existe um avião a jato chamado “anúncios” capaz de o levar rapidamente mais longe. Isto quando estes anúncios são direcionados de forma estratégica e tendo em conta os 5 níveis de consciência do cliente.

Esta estratégia em 3 passos é passível de ser implementada ainda hoje.

É uma das muitas estratégias com as quais guiamos centenas de empreendedores
através do programa KDF e com a qual temos tido grandes resultados.

Sabe mais aqui sobre este programa ímpar que é o KDF.

Ricardo Teixeira

    Espalha a mensagem ao empreendedor próximo de ti!

    Gostaste do artigo? Deixa um comentário!